Evitar o ciclo vicioso da pobreza na Tanzânia

As relações de retroação podem ajudar a manter um sistema num regime desejável, mas podem igualmente reter o sistema numa configuração não desejada.

Rainwater harvesting in Tanzania

R. Kautsky/Azote

Por exemplo, nas regiões da Tanzânia mais vulneráveis à seca, o crescimento da população aumentou a procura de culturas e reduziu os tempos de pousio. Isso levou à degradação da matéria orgânica presente nos solos e ao decréscimo da sua fertilidade. Consequentemente, as colheitas são baixas e os excedentes comercializáveis são reduzidos ou inexistentes. Por falta de meios, os agricultores não podem adquirir fertilizantes para restaurar ou aumentar a fertilidade dos solos. Encontram-se prisioneiros num circulo vicioso de pobreza. Nestes casos, poderá ser necessário perturbar ou enfraquecer as relações de retroação que bloqueiam os sistemas numa configuração não desejada. Por exemplo, a recolha das águas pluviais e a mobilização de conservação podem ajudar a recuperar a fertilidade dos solos e a reduzir os impactos da seca. Essas práticas poderão aumentar as colheitas e os rendimentos dos pequenos agricultores, permitindo a aquisição de fertilizantes que por sua vez irá melhorar as colheitas e quebrar o circulo vicioso de pobreza em que se encontram.