Resiliência da segurança alimentar no município de Eskilstuna, na Suécia

O município de Eskilstuna distingue-se por uma política de sustentabilidade e de gestão ambiental ambiciosa. Não obstante, havia interrogações sobre a capacidade do município enfrentar crises de grande escala, como alterações climáticas graves, crises energéticas e colapsos económicos.

Resilience assessment in Eskilstuna, Sweden

L. Wiklund

Esta situação suscitava preocupação, em particular a questão da vulnerabilidade do abastecimento alimentar futuro, tendo em conta as complexas cadeias de valor e a dependência nas importações e nos transportes. O município iniciou então um processo colaborativo com investigadores e consultores ambientais. O objetivo consistia em desenvolver um método de análise da resiliência do planeamento municipal e elaborar estratégias conducentes a reforçar a resiliência do município a mais longo prazo. O enfoque da análise incluiu a segurança alimentar, tanto na vertente do consumo como da produção na área geográfica do município. Reunindo os intervenientes de todos as componentes da cadeia – do agricultor ao consumidor final – adquire-se uma compreensão sistémica comum da segurança alimentar no município. Todos os intervenientes têm a possibilidade de apresentar a sua perspetiva e os valores que consideram importantes. O encontro entre diferentes competências e funções conduz a uma perceção comum e mais profunda da segurança alimentar como um sistema socioecológico complexo. Num encontro, pediu-se aos participantes que construíssem uma escala de tempo relacionada com tendências históricas. A escala de tempo contribuiu para uma compreensão sistémica comum e forneceu elementos para a elaboração de visões do futuro. Um desafio importante no âmbito da análise da resiliência é a limitada convergência entre o exercício da autoridade pública, o planeamento e a legislação em diferentes setores. Criando um espaço de diálogo aberto e construtivo, os participantes tiveram a oportunidade de encarar a segurança alimentar sob novas perspetivas e enriquecer a sua compreensão sistémica da questão.